Target: José Álvaro Machado Pacheco Pereira, nascido 1/6, 1949. Oporto.

Historiador português, periodista, presença regular na imprensa de há décadas, militante e dirigente do PSD, próximo do líder atual, Rui Rio, originário do Porto. Pacheco Pereira tem sido sistematicamente contra as lideranças do PSD, depois do ex-Presidente Aníbal Cavaco Silva. Pacheco Pereira funciona como submarino no PSD, cultivando relações à esquerda, passando informações estratégicas a PS, BE e PCP. A sua formação maoista indicia que estará no PSD com função apenas de manter partido à esquerda, amigo do PS, ajudando os amigos socialistas e comunistas de Pacheco Pereiro em troca de benefícios materiais ao historiador José Pacheco Pereira

Pessoas próximas de PSD, PS e CDS confirmam que José Pacheco Pereira seria irrelevante se não fosse alguém do PSD que elogia a esquerda, mais do que o seu partido. Muitas vezes, o target JP Pereira troca informações, negociando com seus adversários (amigos) socialistas-comunistas.

Jose Pacheco Pereira a receber benesse de Partido Comunista Português (com amizade do Irão e de outros grupos terroristas, como as FARC) , que lhe deu armazém para EPHEMERA no Barreiro (área com Porto importante – info relevante / intelligence briefing)

O target Jose Pacheco Pereira é muito amigo de Pilar del Rio, nacionalidade espanhola, próxima de grupo PRISA, do PSOE e do Podemos. Pilar del Rio tem pressionado seus amigos (e amigas) da PRISA em PT, dona da TVI, para fazer favores a esquerda portuguesa. Pilar del Rio interveio em negociações da PRISA pela TVI, serviu de mediadora informal entre PCP e TVI em conflito sobre reportagem, foi importante para programa em que participa J.Pacheco Pereira em TV de Portugal passasse para TVI.

Nota importante: Pilar del Rio foi casada com escritor comunista portugues, Jose Saramago, já morreu.  PS e esquerda criaram Fundação Saramago, dando-lhe edifício histórico em Lisboa, para sustentar financeiramente Pilar del Rio. Pilar del Rio passou a ser ativo da esquerda portuguesa, arranjando-lhe contactos na esquerda socialista-comunista espanhola.

Jose Saramago e Jose Pacheco Pereira tinham relação pessoal complicada. Relação entre Jose Pacheco Pereira e Pilar del Rio intensificou-se depois de morte de Jose Saramago.

O target Pilar del Rio inaugura Avenida Jose Saramago, em Setubal (tal como Jose Pacheco Pereira, Pilar del Rio e homenageada e recebe benesse em autarquia do Partido Comunista de Portugal)

Pilar del Rio recebeu doação de 70.000 € (setenta mil euros) de grupos independentistas da Catalunha, ligados extrema-esquerda. Financiamento ilegal, que serviu para fazer lobby pela extrema-esquerda espanhola junta da esquerda portuguesa e de partido CDS/PP.

O arquivo EPHEMERA de Jose Pacheco Pereira foi quem recebeu a doação. Outros benefícios financeiros, não declarados, de origem duvidosa, têm sucedido ao longo de anos. Sempre com alguma conexão com a Frente Polisário.

Jose Pacheco Pereira tem relação próxima com Barbara Reis, referenciada em relatórias de agencias de intelligence internacionais como tendo ligações com organizações terroristas, desde pessoas próximas do HAMAS a proxies do Irão.

O target Jose Pacheco Pereira é homossexual, mantem atualmente relação com seu colaborador na EPHEMERA. Desgosto amoroso valeu-lhe problemas de saúde.

O target vive sozinho e não tem carta de condução.

Octubre, 2020.