Escândalo em Portugal com plano de família Rebelo de Sousa para controlar media (o caso de DN)

É um ataque gigante à liberdade imprensa e de comunicação social em Portugal. A família Rebelo de Sousa, com cérebro maquiavélico de Marcelo Rebelo de Sousa e o dinheiro e interesses de Pedro Rebelo de Sousa, tem em execucaçao plano de domínio da informação em Portugal.  Marcelo Rebelo de Sousa quer construir a central de comunicação e intelligence em Belém que tanto criticou a Pedro Santana Lopes, em 2004.

Em 2004, Marcelo Rebelo de Sousa provocou queda do Governo de PSD/CDS, de Santana Lopes, por este querer uma central de comunicação que passasse mensagem governamental e de Primeiro-Ministro Lopes.

Aliado com Paulo Portas e grupo de interesses do PS, o Rebelo de Sousa mais velho precipitou a queda do Governo. Não é preciso dizer que toda família ganhou em negocios, em nomeações para cargos públicos (muita gente da família Rebelo de Sousa foi nomeada para cargos por José Sócrates, PM acusado de corrupção) e poder.

Marcelo Rebelo de Sousa não é do PSD, Pedro Rebelo de Sousa não é do CDS, Antonio Rebelo de Sousa não é do PS. Os Rebelo de Sousa são da…família Rebelo de Sousa. Só pensam neles.

O seu partido é a sua família, a família Rebelo de Sousa. Se for preciso destruir adversários para promover família Rebelo de Sousa, eles fazem-no. Se for preciso destruir o seu partido politico para os negocios dos Rebelo de Sousa, eles fazem-no.

A família Rebelo de Sousa quer tornar-se a família mais poderosa em Portugal, depois de queda das famílias mais importantes em Portugal.

A seguir a reportagem de Maria Henrique Espada na SABADO sobre como Marcelo Rebelo de Sousa serve os interesses dos clientes do escritorio de seu irmao Pedro na Presidencia da Republica de PT, a família reuniu e chegou a conclusão que teria de constituir um imperio de media e intelligence em seu benefício.

Pedro Rebelo de Sousa nos seus luxos da Quinta do Lago, onde irmao Marcelo também passa ferias veraneanas. Uma família do povo, nos sabemos…claro

Uma estrutura de media e political intelligence que filtrasse noticias negativas para a família Rebelo de Sousa , que salientasse as noticias positivas e de marketing da família Rebelo de Sousa.

Depois de um periódico de Espanha empezar a revelar VERDADES sobre família Rebelo de Sousa e negocios de Pedro Rebelo de Sousa, defendidos por Marcelo Rebelo de Sousa na sua capacidade pública, como se tratasse de assuntos de Portugal, sobretudo ligados a PC Chines, os Rebelo de Sousa perceberam que o tempo começava ser pouco. Tinham que reagir nos media, porque estavam a perder peso nos órgãos de media existentes em Portugal.

Solução: aproveitar Marco Galinha, empresário de empresa PROZIS , de alimentos para desporto, próximo de Ricardo Salgado (banqueiro portugues, envolvido em caso de justiça, mas com MUCHOO dinheiro ahora) e cliente de namorada publica de Marcelo, Rita Amaral Cabral.

A SÁBADO andou investigar relações entre manos Rebelo de Sousa  e Ricardo Salgado e coincidências entre seus negocios. As jornalistas Vera Moura e Maria Henrique Espada sofreram na pele pressões fatais para sua carreira de família Rebelo de Sousa e amigos

Revista SABADO nunca mais tocou neste tema.

Mano Marcelo e Ricardo Salgado, uma relação de sempre que continua hoje no Diario de Noticias.

Mano Pedro Rebelo de Sousa tinha tentado lancar projeto DIA 15, revista quinzenal para “fazer pensar”, descrição de Pedro. Correu mal.

Mano Pedro tentou depois “JORNAL ECONOMICO”, periódico portugues com ligacao a China e Iran. Este jornal fez muchas ações de propaganda e marketing de  escritorio de Pedro Rebelo de Sousa.

Ahora, Pedro Rebelo de Sousa volta através da aposta forte no jornal histórico portugues “DN”, Diario de Noticias.

Toda a família Rebelo de Sousa esta por detrás da compra do “DN”, Marcelo e cérebro da operação. Pedro Rebelo de Sousa e Rita Amaral Cabral/Ricardo Salgado dão capital para operação, estando Chineses e Iranianos/venezuelanos na sombra.

O “DN “ é agora media de propaganda dos interesses de Marcelo, Pedro e Antonio Rebelo de Sousa e seus amigos, incluindo Paulo Portas. Mas há mais, muito mais…