Ana Gomes e o Alzheimer político dos portugueses

Notícias! Notícias e mais notícias. Estes últimos dias têm sido bastante férteis em termos de notícias do fórum político. Refiro-me à apresentação de alguns candidatos às presidenciais, debates televisivos, como também tem sido notória a corrida de alguns políticos sem escrúpulos, para que a agenda do globalismo 2030 marxista, continue de vento em popa  como resultado da nossa sonolência política.

Na política o destaque foi a candidatura já prevista de Ana Gomes às presidenciais. Quanto ao BE e a outras esquerdas…vou apenas apelar à memória dos meus leitores a necessidade de tomarem algumas medidas contra um Alzheimer político que se instalou na nossa Nobre Pátria

A Ana Gomes!!!  

A Ana Gomes deve sofrer de um grave problema de amnésia, possivelmente incurável. O que dizer da sua parceria no passado com o seu amiguinho Sócrates e muitos outros políticos de cariz duvidosa? Será que o povo português se esqueceu que a Ana Gomes era uma grande fã do ex. PM José Sócrates! Será necessário ser um politólogo para nos fazer entender o ditado português que diz que quem nasce torto, cresce torto e torto fica.   

Foi o estadista Winston Churchill que disse a certa altura a sua tão actual afirmação: 

«O socialismo é a filosofia do fracasso, a crença na ignorância, a pregação da inveja. Seu defeito inerente é a distribuição igualitária da miséria.»

E o que dizer de um governo e dos seus políticos que pretenderem ficar com a educação dos nossos filhos. Será que desconhecem o significado de educação parental?

E o que dizer acerca da festa dos compadres e das comadres e dos novos ricos ao som dos concertos musicais em que depois os artistas não precisam de ir para as redes sociais pedir desculpa aos seus fãs, como um deles fez por ter actuado num comício do Chega. Refiro-me à festa do Avante. Será errado chamar a tudo isto um grande festival de hipocrisia?!

E o que dizer da telenovela do Covid 19! A OMS sabe bastante bem a razão porque alguns governos começam a declarar a não obrigatoriedade da vacina contra o coronavírus. Qualquer escatólogo, por muito parcos que sejam os seus conhecimentos na matéria, está consciente do caminho que a humanidade vai seguir.

E o autêntico caso de polícia recente, apresentado na Netflix! E os digital influencers das redes sociais, que embora sejam contra essa mini-série, a estão a promover sempre que publicam as imagens…Chega meus queridos leitores!

Casa Pia !!! E o que dizer acerca de Paulo Pedroso estar na «estrutura organizativa » da candidatura da Ana Gomes à presidenciais ?!

O que dizer de Marcelo Rebelo de Sousa, também ele candidato às presidenciais, tentar direcionar os votantes portugueses para que escolham a candidata do Bloco Esquerda, Marisa Matias, ao afirmar que ele iria votar nessa senhora na TV. É do conhecimento público que vale de tudo para roubar a intenção do eleitorado português para que não vote no candidato  do Partido Chega, o deputado Dr. André Ventura

Não sou futurólogo, mas nas próximas legislativas é que a «porca vai torcer o rabo «. O que aconteceu nos Açores foi simplesmente uma antevisão do que vai acontecer em Portugal para acabar com tanta corrupção.

Os portugueses estão cansados de «apertar o cinto » por causa das asneiras de alguns governantes. 

É a TAP, o SEF, o Novo Banco, despedimentos coletivos, etc…

Não se deixem distrair com tudo isso que propositadamente, tipo guerra híbrida, vai sendo publicado, para tirar a nossa atenção daquilo que é mais importante para o nosso país e para as circunstâncias em que alguns se encontram neste momento. É urgente virar à direita.

Focus! 

Com estas e muitas outras situações pontuais lavradas neste artigo, vamos continuar a superar um dia de cada vez, na procura de continuarmos a visualizar um Portugal onde Deus, a Pátria e a Família devem ser uma constante Sagrada.

Focus!

Importa mais o que nos une, que aquilo que nos separa. Sou da direita e procuro através dos meus artigos ser um instrumento mobilizador para a unificação de uma direita mais e mais inconformada com os nossos governantes.

Focus! 

O que têm de nos continuar a unir é uma direita que se orgulha do seu passado, da sua História e que não se envolve e muito menos se compromete com um globalismos e as suas respectivas nefastas consequências.

Uma direita unida que possa dizer ao governo e ao povo português: Chega.

Pense nisso.

Davide Pereira. Finlândia.